Anúncios
Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Março, 2011

[Foto: Matt Douma/LOS ANGELES TIMES]

Mais um relato da vida luxuosa de Kim Jong-il por um antigo guarda-costas.

Lee Young-guk trabalhou 10 anos para o líder norte-coreano. Até 1988. Ao longo do tempo, sempre sem sair de Pyongyang e do círculo fechadíssimo de Kim Jong-il, Lee também tinha direito a alimentos importados como tangerinas, bananas, abacaxis, carne de urso e de tartaruga. E achava que todos viviam assim na Coreia do Norte.

Um dia, o primo conseguiu um trabalho como motorista da família Kim e Lee decidiu abandonar o seu posto de guarda-costas, já que as regras dizem que não pode haver mais do que um membro da mesma família a trabalhar para Kim Jong-il.

Lee apanhou um comboio para a terra-berço – que ficava junto da fronteira com a China – e testemunhou um país miserável. Vista da janela do comboio, aquela não era a mesma Coreia do Norte que Lee via da janela do palácio de Kim Jong-il.

Desertou para a Coreia do Sul em 2000.

“The whole country was miserable. On the train there was vinyl instead of glass on the window, even though it was in the middle of winter,” he wrote in his 2002 memoir, “I Was a Bodyguard for Kim Jong Il.”

Anúncios

Read Full Post »

[Foto: AFP]

Perante o desastre que se abateu sobre o Japão, a Coreia do Norte aconselha os seus cidadãos a utilizarem os animais de estimação como um sinal de alerta precoce para terramotos.

De acordo com a KCNA, os sinais a que os norte-coreanos devem estar atentos são: cães que ladram sem parar, gado que se recusa a comer ou cavalos que tentam sair dos estábulos.

Read Full Post »

A Malásia e Coreia do Norte vão reforçar a cooperação jornalística com troca de  notícias e documentários televisivos.

O acordo foi alcançado em Angkasapuri (Malásia) e este já é o quarto encontro desde que os dois países assinaram um  acordo em matéria de informação, em Pyongyang, em Maio de 1992.

Os malaios dizem-se também disponíveis para dar formação aos repórteres da KCNA, a agência de notícias da Coreia do Norte.

 

Read Full Post »

Cheonan – Ano 1

[Foto: Korea Times]

Os sul-coreanos prestam homenagem aos 46 marinheiros que morreram, a 26 de Março de 2010, no naufrágio do navio Cheonan. Foi o pior desastre naval para o Sul desde o final da guerra da Coreia, em 1953.

Em Pyongyang, o governo de Kim Jong-il mostra-se ansioso para retomar o diálogo com Seul. Há negócios em vista e a situação económica e social – a avaliar pelos últimos relatórios de algumas ONG’s – não anda nada famosa, na Coreia do Norte.

Seul responde que as portas estão sempre abertas, mas há uma palavra-passe: perdão. Os sul-coreanos insistem que o Norte deve retratar-se e pedir desculpa pelo ataque ao navio de Cheonan, em Março do ano passado.

Read Full Post »

Brasil e Coreia do Norte celebram 10 anos de laços diplomáticos

One Man Captured Secret Video in North Korea and Lived to Blog About It

Pyongyang disposta a discutir enriquecimento do seu urânio

Repórteres Sem Fronteiras voltam a alertar contra censura na Web

Pyongyang aceita repatriar 27 cidadãos que chegaram ao Sul

Coreia do Norte vai apresentar avião que desaparece no ar

A Coreia do Norte enfrenta este ano uma acrescida penúria alimentar

Coreia do Norte pede ajuda alimentar a países da África

North Korea uses families to blackmail defectors

Read Full Post »

N. Korea pleading for food aid —minister

How Did a North Korean Restaurant Wind Up in Northern Virginia?

4 N. Koreans to stay here, 27 to return

‘Seoul awaits positive response from NK on Lee’s proposal’

Decoding ‘guanxi’ in China’s approach to NK

Read Full Post »

%d bloggers like this: