Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 27 de Janeiro, 2011

No Fórum Económico Mundial, que decorre em Davos, na Suíça, o professor chinês, Yan Xuetong, considera que as relações entre o Norte e o Sul da Península Coreana não vão melhorar enquanto Lee Myung-bak  for presidente da Coreia do Sul.

Por isso, diz Yan, o melhor que a Coreia do Norte tem a fazer é esperar pelo próximo presidente:

Yan, who is dean of the Institute of International Studies at Tsinghua University, said this means North Korean officials will be “very patient” and will wait to engage with South Korea’s next president in two years when Lee’s term ends.

Speaking at a panel Wednesday at the World Economic Forum, Yan said China’s main concern is to avoid war on the Korean peninsula and ensure stability.

“So at this moment, from my understanding, our policy is very clear — try to stabilize the (Korean) relationship and prevent any military clashes,” Yan said.

“The question is how should we make this region peaceful?” he said. “That’s why we strongly support the Sunshine policy because the Sunshine policy can keep (the) North and South at peace.”

(continuar a ler)

Advertisement

Read Full Post »

A CNNTravel falou com Stefan Zwanzger, um alemão que gosta de visitar parques temáticos em todo o mundo e que, há poucos meses, visitou um parque de diversões próximo da capital norte-coreana.

Sthefan diz que, durante o dia, as pessoas parecem robôs a andar na rua, mas nos parques de diversões divertem-se como em qualquer outro lugar do mundo…

“When you see North Koreans walking on the streets of Pyongyang, it’s a bit of a robot-like experience,” says Zwanzger, a German citizen who visits theme parks around the world.

“I wouldn’t call it military style, but somehow they walk differently to people in other countries.

“But if you see North Koreans in the funfair, they have exactly the same habits, the same patterns as Americans in their amusement parks.”

Isto que este senhor diz é uma completa parvoíce: os norte-coreanos “caminham de maneira diferente”??

Os norte-coreanos não andam aos pulinhos na rua – excepto as crianças, como em qualquer parte do globo – nem são muito expansivos num primeiro contacto. Tal como um alemão, um português ou qualquer outro cidadão do mundo. Claro que os norte-coreanos vivem num regime que condiciona a sua liberdade de expressão e de movimentos, mas a tal ponto de fazê-los caminhar de forma diferente? É mais um equívoco para juntar a tantos outros, apenas porque é mais fácil ridicularizar e fazer deste tema, isso sim, um parque de diversões.

Mas, enfim, a experiência de Stefan Zwanzger é sempre mais um olhar sobre a Coreia do Norte.

Read Full Post »

%d bloggers gostam disto: