Advertisements
Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Outubro, 2010

Este é, provavelmente, o melhor livro que vão encontrar sobre a Coreia do Norte.

Infelizmente ainda  só em inglês, mas quem dominar a língua e gostar do tema não deve MESMO deixar de o ler.

Já tive oportunidade de cumprimentar a autora pelo rigor, isenção e rasgo.

Neste livro, Barbara Demick atinge um nível de detalhe impressionante, graças às horas e horas de entrevistas com dissidentes norte-coreanos. Traz-nos uma história de amor; um adolescente que vivia nas ruas; uma médica demasiado idealista; uma trabalhadora exemplar e a sua filha rebelde.

Deixo-vos um pequeno (muito pequeno, acreditem) exemplo daquilo que podem encontrar neste brilhante livro:

Jun-sang got to the theater early. He secured two tickets, one for himself and one for his brother. He was pacing around outside when he spotted her.

Mi-ran was standing toward the back of a crowd surging its way toward the box office. Movie audiences in North Korea tend to be young and rowdy. This crowd was especially rough. The bigger kids had pushed their way to the front of the line and formed a cordon blocking the younger ones from the box office. Jun-sang moved in to take a better look at the girl. She was stamping her feet with frustration and looked like she might cry.

Há outros livros na minha biblioteca norte-coreana que merecem referência. Mas hoje fica só este. Acreditem que vale mesmo muito a pena!

Advertisements

Read Full Post »

Parece mentira, mas Pyongyang tem – desde segunda-feira – uma universidade de Ciência e Tecnologia financiada por grupos de cristãos evangélicos dos Estados Unidos e da Coreia do Sul.

O governo norte-coreano já escolheu 160 alunos (de escolas de topo e da elite militar e política) e, no fim-de-semana, chegaram a Pyongyang 16 professores dos Estados Unidos e de outros países europeus. As aulas vão ser dadas em inglês e há a promessa de acesso livre à Internet.

A universidade tem os seus próprios geradores, para evitar um ensino às escuras, já que a Coreia do Norte lida diariamente com apagões. Em todos os sentidos…

Se puderem, leiam este interessantíssimo e detalhado artigo do New York Times.

E qual leão que ensina o filhote a caçar, Kim Jong-il já leva Kim Jong-un para todo o lado. Ontem, o principezinho esteve ao lado do pai num encontro com altas patentes militares chinesas, que estiveram em Pyongyang para assinalar a participação chinesa na Guerra da Coreia (1950-53).

Uma guerra que até hoje separa milhares de famílias. A Cruz Vermelha está, novamente, a tentar retomar os encontros dos familiares separados. Há até já um marcado entre os dias 30 de Outubro e 5 de Novembro. Serão 100 pessoas de cada lado coreano que vão encontrar-se no complexo turístico do Monte Kumgang (do lado norte-coreano). Mas Seul quer que os reencontros tenham lugar, pelo menos, uma vez por mês.

Ora, a Coreia do Norte responde que abrirá a porta dos reencontros se Seul retomar a ajuda alimentar e os projectos económicos conjuntos.

Ainda em Seul, no início desta semana, o antigo sushi-man de Kim Jong-il deu uma conferência de imprensa. Kenji Fujimoto lançou um livro sobre a vida enquanto chef do líder norte-coreano. Kenji diz que Kim Jong-un vai precisar de, pelo menos, cinco anos para consolidar o estatuto de herdeiro do regime norte-coreano.

[Foto: Jo Yong-Hak, Reuters, Agence France-Presse]

Read Full Post »

A “mediocracia” como um “ministério da verdade”: nos Estados Unidos como na Coreia do Norte ou em qualquer outro país.

Orwell Rolls In His Grave.

Read Full Post »

Notícias da Península

A Coreia do Norte continua a ser um daqueles países onde mais vale não ser jornalista. A afirmação não é minha. É do relatório da organização Repórteres Sem Fronteiras. Portugal também caiu 10 posições no ranking da liberdade de imprensa.

Entretanto, Pyongyang propôs diálogo aos vizinhos de Seul que vão pensar no caso. Basta que os norte-coreanos assumam as culpas pelo afundamento da corveta sul-coreana, em Março deste ano.

No conjunto das notícias mais surpreendentes dos últimos tempos, retenho estas duas:

As mulheres de Middlesbrough comeram pizza em

Pyongyang

 

North Korea expands net presence

(ou em português)

Coreia do Norte abriu internet no aniversário

Read Full Post »

Ei-lo: Kim Jong-un

Ei-lo e eis-me aqui, qual desaparecida em reportagens entre a Suécia e a Roménia.

Sobre a Roménia, farei aqui um post especial, assim que possível, sobre o encontro de Kim Il-sung e Nicolae Ceausescu em 1971.

Por agora, ei-lo, Kim Jong-un, o herdeiro da ditadura norte-coreana que apareceu ao mundo, depois de ter sido promovido a general de quatro estrelas.

[Foto retirada do Público: Petar Kujundzic/Reuters]

Read Full Post »

%d bloggers like this: