Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Junho, 2010

Festa à chegada…

… a Norte e a Sul.

Os jogadores que regressaram a Pyongyang foram recebidos com alegria, pelos familiares e pelos fãs; e os jogadores que chegaram a Seul também.

No regresso às capitais da Coreia – que ficam apenas a 194 quilómetros de distância -,  estas são algumas das notícias que os jogadores vão encontrar:

A Norte

Quality Waterproof Liquid Made

Anniversary of Kim Jong Il’s Work Observed

A Sul

Seoul 14th in cost of living for expats

Top ‘hallyu’ star Park Yong-ha commits suicide

Anniversary of Kim Jong Il’s Work Observed

Read Full Post »

À pressa…

… porque o dia tem sido frenético, só há tempo para títulos e um vídeo surpreendente.

New spy planes to be deployed by 2014

Coreia do Norte vai reforçar arsenal nuclear

North Korea issues warning to US over truce village

Coréia do Norte – Moraria Lá ???

E só para descontrair, veja-se este vídeo da televisão norte-coreana sobre um parque de diversões. Confesso que quando lá estive nunca vi assim tanta luz…a noite em Pyongyang é escura como breu. Um facto que pude comprovar.

Read Full Post »

A Península da Coreia disse adeus ao Campeonato Mundial de Futebol, na África do Sul. Depois da Coreia do Norte, agora foi a vez Coreia do Sul, que perdeu por 2-1 frente ao Uruguai.

Depois do mundial de futebol, a Coreia do Norte prepara agora o jogo das cadeiras do poder. No início de Setembro, o Partido Coreano dos Trabalhadores vai eleger novos líderes, naquilo que pode significar o início do processo de sucessão de Kim Jong-il (obrigada Francisco pela sugestão).

Este fim-de-semana, a Coreia do Norte recebeu mais uma condenação pelo ataque à corveta sul-coreana, em Março. O G8 (grupo dos sete países mais desenvolvidos, mais a Rússia) assinou um documento, onde se pede que sejam tomadas as “medidas apropriadas” contra os responsáveis.

A Coreia do Norte continua a negar o ataque mas diz estar disposta a falar sobre o assunto com a Coreia do Sul, sem meter os Estados Unidos ao barulho.

O presidente Obama continua a ter milhares de soldados na Coreia do Sul e, em caso de guerra, as operações seriam controladas pelos Estados Unidos. A cedência desse controlo para as mãos sul-coreanas estaria prevista para Abril de 2012 mas, tendo em conta actual o clima de tensão (será que não foi sempre assim?), o prazo foi novamente adiado para 2015.

Os Estados Unidos andam a aborrecer de tal forma a Coreia do Norte, que o regime do “Querido Líder” está a jogar – mais uma vez – com o argumento do prisioneiro.

O norte-americano Aijalon Mahli Gomes está preso, desde Janeiro, por entrar ilegalmente na Coreia do Norte. Mas o caso parece estar a ser mais difícil de resolver do que o das duas jornalistas norte-americanas, Lisa Ling e Euna Lee. Os Estados Unidos pediram a libertação de Gomes, mas a Coreia do Norte vem agora dizer que até está é a pensar em aplicar uma pena mais pesada a Aijalon Mahli Gomes. Esta é a notícia publicada pela KCNA, a agência de notícias norte-coreana:

Pyongyang, June 24 (KCNA) — The U.S. is escalating the campaign to put international pressure upon the DPRK while persistently antagonizing the DPRK over the “Cheonan” case. Such moves have gone beyond the tolerance limit.

The DPRK had already solemnly declared that it would consider the prevailing situation as a war phase and handle all relevant issues according to a wartime law.

An institution concerned is now examining the issue of what additional measure it will take against American Gomes in line with a wartime law. He is serving a prison term in the DPRK for the encroachment upon its sovereignty.

The U.S. government is requesting the DPRK to leniently set him free from a humanitarian stand, but such thing can never happen under the prevailing situation and there remains only the issue of what harsher punishment will be meted out to him.

If the U.S. persists in its hostile approach toward the DPRK, the latter will naturally be compelled to consider the issue of applying a wartime law to him.

E em Pyongyang está nesta altura uma delegação portuguesa da juventude comunista e também Tiago Vieira, que é o presidente da Federação Mundial da Juventude Democrática (julgo que Tiago é português). Juntamente com outras delegações, estão a preparar 17º Festival Mundial da Juventude e Estudantes. A KCNA informa:

Pyongyang, June 24 (KCNA) — Tiago Alexandre Ferraz Vieira, president of the World Federation of Democratic Youth, and his party, delegations and delegates of youth and student organizations from different countries and regions arrived here today to participate in the second international preparatory meeting for the 17th World Festival of Youth and Students and the international solidarity events of youth and students for support to the just cause of the Korean people.

(ler mais)

Read Full Post »

Regresso a Casa

Mais uma derrota na hora da despedida, desta vez por 3-0 frente à Costa do Marfim.

Ainda assim, o treinador Kim Jong-hun encara esta participação no mundial como positiva:

“Acho que a experiência é positiva. Apesar das três derrotas, fizemos pelo menos duas boas partidas. Esta competição pode nos ajudar a lançar as bases para progredirmos e voltarmos. Esta Copa do Mundo nos foi muito útil. E até o último minuto da última partida, os jogadores jamais desistiram de tentar.”  (tradução do site da FIFA)

E tanto se ouviu nos últimos dias que muitos fazem a pergunta: e agora? Agora, o futuro dos jogadores ao governo de Pyongyang pertence e esse só muito dificilmente será divulgado e confirmado.

Para ouvir o pequeno – muito pequeno – trabalho que fiz para a Antena 1 com o professor Leonid Petrov, a propósito desta questão, basta carregar neste link: E Depois do Mundial?

Assim que possa, publico aqui a entrevista completa. Fica prometido!

Read Full Post »

25 de Junho de 1950. Quatro horas da manhã. Paralelo 38.

Ouvem-se os primeiros disparos da artilharia norte-coreana em direcção aos ROK (soldados sul-coreanos). Em pouco tempo, todas as posições do paralelo 38 estavam ocupadas. A Norte e a Sul. Às 11 da manhã, a República Popular Democrática da Coreia (Coreia do Norte) faz uma declaração formal de guerra, dizendo que o Sul tinha atacado primeiro. Ninguém acreditou. As hostilidades só acabaram daí a três anos, com a assinatura de um armistício. Nunca com um Tratado de Paz.

A Guerra da Coreia começou há 60 anos. Uma guerra entre irmãos que terá feito quatro milhões de mortos.

Este é o melhor documentário que encontrei sobre a Guerra da Coreia e está em castelhano.

Read Full Post »

[KCNA/AFP/Getty Images]

Há cada vez mais evidências de que os norte-coreanos estão a ter consciência daquilo que se passa fora de portas. Interessante e prometedora esta informação publicada pela NPR:

Conventional wisdom holds that the people of North Korea are trapped in a world of rigid conformity, totalitarian discipline and complete isolation from the rest of the world.

But increasingly another picture is emerging: North Koreans are far more aware of the outside world, according to evidence provided by North Korean refugees, South Korean humanitarian aid workers, Chinese traders and others. (ler mais)

E o repórter Cathal Kelly, do jornal The Star, encontrou uma forma de quebrar o muro que rodeia a selecção norte-coreana no mundial da África do Sul. Cathal ficou ferido num pedaço de arame farpado e deu por ele a receber tratamento do médico da equipa da Coreia do Norte. Aqui fica uma parte desse relato:

The arena sits hard up against a neighbourhood of tightly packed adobe bungalows. A 2 ½-metre wall topped by razor wire surrounds it. We were told to park alongside the wall. A Portuguese film crew had arrived before us. We pulled up beside them, the rear of our car pressed up against the wall.

I got out to stretch my legs. The police lazily regarded me from behind a wrought-iron fence.

People who’ve spent time in South Africa have told me that after a few months, you stop noticing the razor wire. It’s everywhere — around businesses, houses, public parks, churches. What took them months must have taken me 10 days.

I slipped around behind the Portuguese TV truck, daydreaming. The first thing I felt was a tugging. When I flinched, I felt a ripping. On the section wall I was passing, the razor wire spilled over, hanging about 2 metres above the ground. It caught me on the crown of my head and tore two jagged strips in my bare scalp. There was an impressive amount of blood.

I leaned forward to keep the stream off my clothes. Jean-François jumped out of the car. I explained what had happened. He ran off to get the police. The Portuguese had some napkins.

It didn’t hurt badly, but I wanted to disinfect it as quickly as possible. I walked over to where Jean-François was negotiating with the police.

“What happened?” one cop asked, not moving from his stool.

“Razor wire,” I pointed.

(ler mais)

Read Full Post »

Hoje falei com Leonid Petrov, um professor russo que dá aulas de Língua e História da Coreia, na Universidade de Sydney, Austrália. Quis saber qual era a sua opinião sobre os rumores que correm à volta do futuro dos jogadores norte-coreanos. Estou a preparar um pequeno trabalho sobre esta questão para a Antena 1, que vai ser transmitido amanhã, o dia em que a Coreia do Norte se despede do Mundial de Futebol 2010.

Leonid Petrov tem um dos blogues que mais vezes espreito para saber o que se passa na Península Coreana e também organiza viagens para a Coreia do Norte. Considero-o uma das pessoas mais imparciais na análise deste tema. A seu pedido, passo a divulgar a próxima viagem que Petrov está a organizar e que aceita jornalistas:

Are you interested in travelling to NK for the  7th  Pyongyang International Science & Technology Book Fair (15-17 Sep.) and the 12th Pyongyang International Film Festival (17-24 Sep.)?

See below the conditions. Feel free to spread the word.

Universities, science and technology research institutions and publishing houses might be interested in participating in this book exhibition.

PISTBF introduces and shares the world’s recent science and technology achievements through books exchange and aims to develop friendship and cooperation between the nations.

All institutions and organisations interested in participation should contact L&J Development and Consultancy ( LJinfo@narod.ru ).

At the exhibition the participants they can conclude contracts of copyright and books sale with international organisations and North Korean publishing houses, they can discuss the practical issues, share the opinion and update their knowledge on the recent developments in world science and technology.

All the participants can exhibit recently published science and technology books, CDs and DVDs.

Exhibition dates: Sep. 15-17, 2010

Exhibition venue: Pyongyang International Cultural Exchange Centre

Sponsorship: Organising Committee of PISTBF, Committee of Cultural Exchange with Foreign Countries

Participation cost: Persons applying for participation before August 10, 2010 should pay 80€ per day (if application is made after that deadline – 100 € per day). This price  includes hotel cost, performance cost , internal transportation cost , interpretation cost and sightseeing cost.)

Rent of exhibition area: 4 square meters – 50€ ; 6 square meters- 80€;  9 square meters- 110€

The 12th Pyongyang International Film Festival (17-24 Sep.) encourages the development of national film in all countries under the motto “Independence, Peace and Friendship”. You will also attend the incredible ARIRANG Mass Gymnastics Show of 100,000 performers hosted at Pyongyang May Day Stadium, one of the biggest sport arenas in the World.

Journalists are welcome. The whole trip could be up to ten days long (14-25 Sep.). Just find a sponsor!
L&J DEVELOPMENT & CONSULTANCY
Business opportunities in Northeast Asia
********************************
8/b Luffman Crescent, GILMORE, ACT 2905, AUSTRALIA
Mob: +61-403076604
E-mail: LJinfo@narod.ru
http://LJinfo.narod.ru

Read Full Post »

A Associated Press (AP) fez uma peça sobre a forma como os norte-coreanos acompanharam o jogo dos 7-0.

A AP divulgou ainda imagens do treino dos jogadores norte-coreanos, na ressaca da derrota. É um vídeo que, para já, ainda não tem tradução.

Da Rússia, o jornalista José Milhazes traz-nos “reflexões tristes sobre a relação entre ditaduras e futebol”.

Na Coreia do Sul, o governo diz que detectou níveis anormais de radiação no paralelo 38.

A partir de Pyongyang, o embaixador brasileiro Arnaldo Carrilho deu uma entrevista à Reuters onde garante que o governo de Brasília quer estimular o diálogo entre a Coreia do Norte e o resto do mundo.

E Bush, o inimigo número 1 da Coreia do Norte saiu da reforma para dar um puxão de orelhas e Kim Jong-il.

Read Full Post »

Ontem, e pela primeira vez, o regime norte-coreano transmitiu em directo o jogo contra Portugal. Embalado que estava pela bravura dos seus jogadores frente ao Brasil, assim pensou que o mesmo fosse acontecer frente à equipa portuguesa. Veja-se o que escreve o jornal sul-coreano Chosun Ilbo:

North Korea broadcast live the country’s devastating rout at the hands of Portugal in the World Cup on Monday. A commentator from [North] Korean Central TV expressed disappointment when Portugal scored its first goal 29 minutes into the first half, saying, “We should have been more aware of the forwards coming from the second line.” But he was hopeful of the equalizer that never came, adding, “If we play our own style of game, we will be able to score.”

It was not to be. Portugal fairly pounded the North Korean goal in the second half to finish 7-0, leaving the North Korean commentator speechless. It was the first time North Korea ever broadcasted a World Cup match live.

Ainda no mesmo jornal, descobri que Kim Jong-il tem abilidades de agente secreto. Parece que o “Querido Líder” ensina tácticas através de um telemóvel invisível

North Korean leader Kim Jong-il “gives regular tactical advice during matches using mobile phones that are not visible to the naked eye,” the team’s manager Kim Jong-hun told ESPN Thursday. The coach dutifully told the sports channel that Kim Jong-il developed the James-Bond technology himself.

A mim não me espanta nada. O senhor tem dinheiro que se farta para desenvolver estas e outras tecnologias, ou não andasse ele a roubar dinheiro aos trabalhadores…

SEOUL (AFP) – North Korea has diverted tens of millions of dollars earned by its workers on African construction projects into secret funds managed by leader Kim Jong-Il, a report said Tuesday. (continua)

Read Full Post »

Fez-se História, novamente, 44 anos depois.

A Coreia do Norte deu luta até ao primeiro golo de Portugal. Perdeu força cedo demais.

Portugal ganhou por 7-0. Sou portuguesa, estou ao lado de Portugal, mas não posso deixar de sentir uma certa mágoa ao ver o desalento no olhar dos jogadores norte-coreanos. Mereciam ter marcado, nem que fosse um golo.

Read Full Post »

É já daqui a poucas horas. E confesso o meu entusiasmo, apesar de perceber pouco de bola.

A Coreia do Norte entrou na minha vida há alguns anos e eu já pisei a Coreia do Norte há quatro. Conheci pessoas maravilhosas e sei que elas vão vibrar, se tiverem oportunidade de ver o jogo na única televisão do regime e do país. Podem não vibrar com bandeiras, vuvuzelas, ou com os apetrechos de todas as supostas democracias que têm descido ao relvado sul-africano, mas podem ter brilho no olhar, ritmo no coração e esperança. Isso nenhum “Querido” ou “Grande Líder” pode roubar a um homem. Nem nenhum homem pode querer ser um país inteiro.

Espero, sinceramente, que se evitem comentários batidos, ideias feitas e piadolas de mau gosto sobre um país que poucos ou nenhuns conhecem: os que já lá entraram e até mesmo os que lá vivem. E evitemos por isso mesmo, porque lá vivem pessoas. Como eu. Como nós. A História – espero que breve – encarregar-se-à de julgar quem tiver de julgar. Por agora, limitemo-nos a apreciar um jogo de futebol e deixem-me trazer José Saramago:

“Se podes olhar, vê. Se podes ver, repara.”

Read Full Post »

Inexperiência

Afinal, tudo não passou de mais um boato. A equipa norte-coreana cancelou a conferência de imprensa, mas abriu o treino aos jornalistas internacionais durante 15 minutos.

Parece que os norte-coreanos se enganaram a preencher a ficha de inscrição dos jogadores, antes do jogo com o Brasil. É que no campeonato asiático, as equipas só podem inscrever 18 jogadores por partida. A Coreia do Norte participa neste mundial pela segunda vez e, por isso, a inexperiência terá falado mais alto.

Terá. Um modo verbal vacilante para um tema volúvel.

Read Full Post »

Quatro jogadores norte-coreanos estão “oficialmente ausentes” do mundial de futebol, desde o dia do jogo da Coreia do Norte com o Brasil.

Claro que a situação já está a levantar as vuvuzelas da desconfiança…fala-se em deserção e coisas que tais.

Mais logo, a equipa do “Querido Líder” promete esclarecer tudo em conferência de imprensa.

Já agora, a propósito do jogo com o Brasil, esta foi a notícia publicada pela KCNA (agência de notícias do regime):

Pyongyang, June 17 (KCNA) — After watching the Korean team’s first match with Brazil in Group G of the World Cup finals held early Wednesday morning (Pyongyang time), Pyongyang citizens are expecting that the national team will score good results in the tournament.

The match was telecasted Wednesday evening in Korea.

Feeling sorry about their team’s loss in the match, viewers have become convinced that it would win the remaining matches.

Pak Tu Ik, 74, who played a big role in defeating the Italian team in the 8th World Cup finals in 1966, told KCNA that he was happy to see the Korean team making a good job in the match with a powerhouse.

He went on:

At around the 88th minute of the match Ji Yun Nam kicked a nice goal after taking a pass from Jong Tae Se.

I hope that our team will produce a new myth of Songun Korea in the tournament to live up to the expectation of the Korean people.

Kim Yong Gyu, 45, a researcher of the Academy of Sports Science, said the strong mental power displayed by the Korean footballers in the first match with Brazil, which won the World Cup five times, betokens good results of the Korean team in other matches.

Han Song Chol, 23, a student of Korea University of Physical Education, said he was impressed by the Korean team playing the match with confidence and expressed his belief that it would beat Portugal and Cote d’Ivoire and enter the knock-out stage.

Read Full Post »

Preconceitos

Li agora no blogue Jornalismo B e parece-me ser uma reflexão indispensável:

A Copa do Mundo tem sido uma boa oportunidade para a mídia hegemônica brasileira escancarar seus preconceitos e mostrar que respeito à diversidade não é, definitivamente, seu ponto mais forte. A reportagem de Marcos Uchôa que foi ao ar no Jornal Nacional do último sábado (12/06) é um enxame de desrespeito, ironia e ignorância – padrão Globo de qualidade.

Já na cabeça – chamada da matéria lida pelo âncora (no caso, Fátima Bernardes) – o treino da Coréia do Norte, primeiro adversário da Seleção Brasileira, foi chamado de “esquisito”. E isso foi o que de mais amistoso foi dito ao longo do minuto e meio que se seguiu. (continua…)

Read Full Post »

As lágrimas de Jong Tae-se estão a correr mundo.

O El Mundo, por exemplo, conta a história deste jogador que nasceu no Japão mas não é japonês; que é sul-coreano mas joga na selecção vizinha; que é cidadão da Coreia do Norte mas nunca lá esteve e mora no Japão. Confuso? Pois…também não é para menos. Leia-se, então:

Good Bye, Kim Jong Il

A Coreia do Norte surpreendeu no jogo frente ao Brasil e muitos falam disso. Aqui fica uma breve passagem pelos títulos internacionais:

North Korean media: Squad fought ‘fierce’ battle against Brazil

Brazil vs. North Korea: Kim Jong Il’s soccer soldiers hold firm, deny Brazil goal fest

Football king nation Brazil struggle to beat N. Korea

Brazil Gains Cold Win Against Unheralded Team

E ainda uma reportagem sobre os apoiantes – chineses – da selecção da Coreia do Norte.

Read Full Post »

Antes da partida, o jogador Jong Tae-se não conteve as lágrimas quando ouviu o hino da Coreia do Norte no estádio Ellis Park, em Joanesburgo.

O Brasil venceu a Coreia do Norte mas foi uma vitória com suor. Portugal que se ponha a pau!

Aqui ficam os golos!

Read Full Post »

É hoje que a experiente selecção brasileira e a – quase verde – selecção norte-coreana se encontram em Joanesburgo para o primeiro teste de ambas as equipas neste Mundial de Futebol 2010.

Enquanto o jogo não começa, a equipa norte-coreana tem treinado num ginásio público de Joanesburgo. Embora discorde do tom jocoso deste vídeo, resolvi publicá-lo para que se perceba melhor que esta selecção, apesar de ter poucos recursos financeiros, pode surpreender. Mais uma vez.

Mas também leio na Globo que o “time titular do Brasil pra estreia nunca atuou junto num jogo oficial“. Por isso, é melhor não cair em excesso de confiança. É que os norte-coreanos têm um sentimento de união muito grande.

Os brasileiros, os portugueses e o resto do mundo é que conhecem mal a Coreia do Norte e há sempre muitas ideias feitas sobre aquilo que não se conhece. Ora ouçam – neste vídeo – as impressões que a Rádio Web Nassau recolheu nas ruas brasileiras.

A poucas horas do jogo, a FIFA está a trabalhar para que a população da Coreia do Norte assista ao jogo. Ao mesmo tempo, enquanto uns apelam à abertura, outros trabalham às escondidas. Dunga parece apostado em seguir a máxima: o segredo é a alma do negócio. Mas o “Rooney asiático” – o jogador norte-coreano Jong Tae-se – é que abre o jogo todo. Diz ele que a equipa da Coreia do Norte é parecida com a Alemanha.

Numa página de apostas, o Brasil é dado como favorito e até se fala em mais uma goleada. Eu que não percebo nada de futebol, achei muita piada a este texto:

No lado coreano, apenas mistério. Como disseram aqui no Brasil, se mistério ganhasse jogo, Gilberto Braga seria técnico da Seleção (referindo-se ao novelista Gilberto Braga, autor de novelas como Vale Tudo, culminada pelo mistério Quem matou Odete Roitmann). Nos jogos esse ano, derrotas para Nigéria e Paraguai, empate com a Grécia (que apresentou um futebol paupérimo em sua estreia) e um empate com a “potência” Turcomenistão. Se no Brasil, a maioria dos jogadores joga na Europa, a Coreia do Norte possui apenas 3 jogando fora do país : mesmo assim na China, Rússia e no Japão. Nenhum na Europa.

Pode ser patriotada, mas depois dos 4 X 0 da Alemanha teremos outra goleada nessa primeira rodada.

O Bola nas Costas é que resolveu fazer uma animação em vídeo sobre o embate desta terça-feira.

Para finalizar, deixo aqui um documentário sobre a Coreia do Norte com assinatura brasileira. Mais logo, que vença o melhor!

Read Full Post »

“The game of their lives”, de Daniel Gordon, é um documentário da BBC – já referido aqui várias vezes – que conta a estória dos homens que fizeram História no futebol norte-coreano, em 1966.

A equipa 2010 quer voltar a ficar na memória do mundial de futebol, que começa daqui a poucos dias na África do Sul. Vai daí, reparei que – apesar das inúmeras referências – ainda não tinha publicado esse raro olhar sobre a equipa-maravilha de 1966. “The game of their lives”: para ver e guardar.

Read Full Post »

Radiofonias

Deixo aqui o trabalho que fiz para a Antena 1, emitido no passado dia 30 de Maio, no programa Visão Global.

E já que, finalmente, consigo colocar aqui ficheiros de som – como deve de ser –  aproveito para relembrar mais duas reportagens.

Uma: a reportagem da minha viagem à Coreia do Sul, em Agosto de 2009, emitida na Antena 1, no programa Visão Global.

“Vidas sem Paralelo” é uma reportagem sobre a divisão da Península coreana.

Outra: a reportagem que resultou da minha viagem à Coreia do Norte e que foi emitida a 24 de Setembro de 2006 na Antena 1. A montagem é de António Antunes.

“Coreia do Norte: um segredo de Estado” recebeu uma Menção Honrosa no Prémio AMI: Jornalismo contra a Indiferença.

(está aqui dividida por partes porque o ficheiro era muito pesado)

Parte I

Parte II

Parte III

Parte IV

Read Full Post »

Super Poderes

A Coreia do Sul levou, formalmente, o caso do navio  ao Conselho de Segurança das Nações Unidas. Para votar uma declaração ou uma resolução da ONU, Seul vai precisar do apoio ou da abstenção da China, membro permanente no Conselho de Segurança.

Enquanto isso, a Coreia do Norte anuncia ter produzido uma “super bebida”  que promete multiplicar as células cerebrais e travar o envelhecimento da pele.

E Bw Ma Ke Jeto sugere uma visita fotográfica aos segredos e mentiras da Coreia do Norte (obrigada!).

Read Full Post »

Na Foreign Policy, o professor Daniel W. Drezner analisa a “cada vez mais insustentável situação de Israel” e – a páginas tantas – estabelece uma comparação entre aquele Estado judaico e a Coreia do Norte. Excluindo a questão do crescimento económico, escreve Drezner, muito mais é aquilo que os une do que aquilo que os separa:

Indeed, the parallels between Israel and — gulp — North Korea are becoming pretty eerie.  True, Israel’s economy is thriving and North Korea’s is not.  That said, both countries are diplomatically isolated except for their ties to a great power benefactor.   Both countries are pursuing autarkic policies that immiserate millions of people.  The majority of the population in both countries seem blithely unaware of what the rest of the world thinks.  Both countries face hostile regional environments.  Both countries keep getting referred to the United Nations.  And, in the past month, the great power benefactor is finding it more and more difficult to defend their behavior to the rest of the world.

Read Full Post »

%d bloggers like this: