Anúncios
Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Dezembro, 2008

As muralhas de silêncio que “protegem” a  Coreia do Norte não impedem o governo de Kim Jong-il de acompanhar e reagir perante a actualidade.

Citando um porta-voz do ministro dos Negócios Estrangeiros, a KCNA publica a acusação do regime comunista contra os raides aéreos de Israel sobre a Faixa de Gaza:

The DPRK resolutely denounces Israel’s killing of unarmed civilians as a crime against humanity, a serious provocation against the Palestinians and other Arab people and an open challenge to the Middle East peace process.”

Anúncios

Read Full Post »

Planos para 2009

[Foto do Chosun Ilbo]

prisioneiros

O governo sul-coreano está a considerar a hipótese de oferecer dinheiro e produtos de primeira necessidade à Coreia do Norte, em troca de prisioneiros e cidadãos sequestrados pelo regime de Pyongyang.

A notícia é avançada pelo diário sul-coreano Chosun Ilbo, que refere que este é um plano a ser aplicado já em 2009.

O governo de Seul diz que há, pelo menos, 490 cidadãos reféns do Norte e que 560 soldados sul-coreanos estão presos naquele país comunista.

O modelo é copiado dos tempos da antiga Alemanha Ocidental.

De 1963 a 1989, o governo da Alemanha Ocidental conseguiu recuperar 34 mil prisioneiros políticos à antiga Alemanha de Leste, em troca de mais de 3 mil milhões de marcos alemães. Bona começou por dar o dinheiro mas, gradualmente, substituiu a moeda por petróleo, cobre e café.

Read Full Post »

The Crossing

The Crossing (A Passagem), do sul-coreano Kim Tae-gyun, é um filme denso baseado na história verídica de um mineiro norte-coreano que atravessa a fronteira com a China, em busca de medicamentos para a mulher doente. É um filme que acompanha e retrata o drama que é sair de um país para procurar uma vida melhor e ser castigado por isso.

 

Kim Tae gyun venceu a 18ª edição do Prémio “Meios de Comunicação Católicos”, organizada pela Conferência Episcopal coreana e deixou estas palavras no momento da entrega do prémio:

 

Eu próprio chorei imenso durante as filmagens deste filme, porque me apercebi profundamente do drama dos refugiados. Espero que as lágrimas dos nossos irmãos do Norte possam ser enxugadas o mais rapidamente possível.”

 

Para já, e tanto quanto sei, ainda não há legendas em inglês para este filme.

 

Aguardo, com alguma ansiedade.

Read Full Post »

De acordo com a KCNA, em 2008 Kim Jong-il apareceu em público 91 vezes contras as 86 de 2007.

Read Full Post »

Grandes Aniversários

 

foto

 

Na Coreia do Norte as palavras dos líderes merecem comemorações.

 

O editorial do jornal Rodong Sinmun recorda os 13 anos do artigo “Respeitar os percursores da revolução é uma nobre obrigação moral dos revolucionários”, escrito por Kim Jong-il.

 

E então lê-se que:

 

Neste trabalho, Kim Jong-il provou que uma das exigências da revolução passa por respeitar os seus percursores e que essa é uma nobre obrigação moral dos revolucionários. Esclareceu também que é importante ter uma atitude correcta para com os percursores da revolução na construção do socialismo e os revolucionários devem, por uma questão de moral, estabelecer esse respeito para com os percursores da revolução e desenvolver as relações dessa nobre obrigação moral entre o povo…”

 

E nem continuo porque o texto anda sempre à volta do mesmo…

 

Depois, esta semana, foi celebrado em Pyongyang o 30º aniversário da publicação da obra de Kim Il-sung (o pai) com o seguinte título: “Administremos melhor as finanças para acelerar a construção socialista”.

 

A obra foi publicada a 23 de Dezembro de Juche 67 (equivale a 1978) e, lê-se na Agência Oficial de Notícias da Coreia, que:

 

levanta o problema da aplicação correcta do sistema de autogestão financeira adequado à administração da economia socialista e do fortalecimento da disciplina do sector financeiro e da eliminação dos maus gastos dos bens comuns do Estado e da sociedade e do desenvolvimento do sistema de Orçamento local e da melhoria do papel das instituições bancárias.”

 

E por aí vai…

Read Full Post »

 

 

Read Full Post »

Lido na Agência Angola Press:

Banguecoque – As forças de segurança de Mianmar (antiga Birmânia) detiveram 19 cidadãos da Coreia do Norte e os processarão por entrada ilegal no país antes de repatriá-los, informou hoje a imprensa oficial do
país.

O jornal “The New Light of Mianmar”, que a Junta Militar usa para divulgar as suas mensagens, detalhou que a batida aconteceu “no começo de Dezembro” numa área na fronteira do leste do país.
Os norte-coreanos entraram em Mianmar vindos da vizinha Tailândia e pretendiam pedir asilo político na Coreia do Sul para escapar da crise de fome e da repressão do regime do seu país.
Ainda se desconhece se a Embaixada norte-coreana em Rangun interveio, já que Pyongyang não costuma exigir a repatriação se os motivos da saída dos cidadãos do seu país são económicos e não políticos.

A Coreia do Norte é agora um dos parceiros mais firmes dos generais birmaneses, depois que ambos os países restabeleceram em 2007 as suas relações diplomáticas, deterioradas desde 1984, quando agentes norte-coreanos tentaram assassinar em Rangun o então presidente sul-coreano, Chun Doo Hwan, um atentado fracassado que causou 17 mortos.”

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: