Advertisements
Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Maio, 2008

Rumores

[Foto: Arquivo AFP/KNS]

 

É um rumor já desmentido pelo governo sul-coreano. Kim Jong-il não morreu.

Esta semana, muito se especulou sobre a morte do líder norte-coreano mas a KCNA (Agência de Notícias do regime) tem publicado várias reportagens sobre as visitas do “Querido Líder” a várias unidades do exército e a uma fábrica de têxteis no nordeste da cidade portuária de Hamhung.

Muito se tem opinado sobre a saúde de Kim Jong-il: ex-fumador, alcoólico, doente cardíaco e diabético. Kim já disse que tudo não passa de pura ficção.

E vá-se lá saber a verdade num lugar tão obscuro…Tudo se resume a esta frase de abertura na peça da Reuters:

 

Rumors are a way of life when it comes to North Korea”

Advertisements

Read Full Post »

[Fotos: Rita Colaço, Coreia do Norte, Agosto/2006]

Adoro chapéus e na Coreia há muitos!! São fotos para enfiar o barrete durante o fim-de-semana!

Aqui em baixo, divido um chapéu com a Miss Kim que trouxe para Portugal e ofereci à minha linda mãe!

Bom descanso! Para quem descansa, claro…

Read Full Post »

A Agência de Notícias da Coreia do Norte dá conta de uma descoberta que passo a traduzir livremente:

 

Recentemente, foram desenterrados restos mortais de pessoas que foram chacinadas durante a Guerra coreana, em Sakchang-ri (município de Songchon, província de Phyongan do Sul).

As forças agressoras imperialistas norte-americanas, que ocuparam o município de Songchon durante a retirada estratégica temporária da guerra, chacinaram mais de 1700 inocentes durante 40 dias.

Foram descobertos, numa gruta da montanha Sakchang-ri, 230 relíquias e os restos mortais de 80 patriotas e outros habitantes mortos a sangue frio – a mando das tropas norte-americanas.

Foram também descobertos objectos usados pelos inimigos como balas, cartuchos, pedras, cinzéis e ganchos. De acordo com o relato de testemunhas oculares, os inimigos de classe chacinaram membros do interior do partido e as suas famílias e atiraram com velhos e jovens para dentro da caverna. Os inocentes foram submetidos as torturas como levar com pedras na cabeça até à morte.

Os restos mortais, agora descobertos, provam que os imperialistas norte-americanos e os inimigos de classe são os piores inimigos do povo coreano.”

 

Read Full Post »

Portugal é um dos 10 países mais pacíficos do mundo e a Coreia do Norte é um dos 10 países mais violentos do mundo.

 

Os dados estão no último relatório do Índice Mundial da Paz divulgado hoje em Londres, que avalia o nível de segurança em 140 nações com base em 24 critérios como a contribuição das missões de paz da ONU, a criminalidade ou a ameaça terrorista.

 

A Islândia aparece num tranquilo primeiro lugar e o Iraque numa agitada última posição.

 

Read Full Post »

Morreu Kang Min Chol.

 

Kang era um capitão do exército norte-coreano e estava há 25 anos numa prisão de Myanmar. Ele confessou a autoria de um atentado à bomba contra o presidente sul-coreano Chun Doo-hwan, a 9 de Outubro de 1983. Nesse ataque, morreram 17 dirigentes sul-coreanos e quatro birmaneses.

 

Em condições “normais”, Kang teria sido condenado à morte mas o acto da confissão valeu-lhe a pena de prisão perpétua.

Kang ofereceu detalhes do treino que recebeu na Coreia do Norte e de como chegou à Birmânia num cargueiro norte-coreano. Confessou também que após o desembarque, o grupo de assassinos ficou instalado em casa de um conselheiro da embaixada norte-coreana na Birmânia.

Pouco depois desta confissão, o governo birmanês cortou as  relações diplomáticas que mantinha com o regime de Pyongyang.

 

Uma fonte que pediu anonimato, disse à Associated Press que Kang morreu vítima de uma doença do fígado. Tinha 53 anos.

 

Read Full Post »

Entre-ajuda

O departamento de Estado norte-americano anunciou, há dias, que vai retomar em Junho a ajuda alimentar à Coreia do Norte. Durante um ano, o regime de Pyongyang vai receber um total de 500 mil toneladas de alimentos.

 

Quase ao mesmo tempo, a Coreia do Norte anuncia que vai doar ao governo chinês cerca de 64 mil euros, para ajudar as vítimas do sismo na província de Sichuan.

Read Full Post »

[Fotos de Rita Colaço – Nampo, Coreia do Norte, 2006]

Kim Il-sung sempre disse que todos os estrangeiros na Coreia do Norte deveriam ser olhados como potenciais espiões. O discurso do “Grande Líder” a 29 de Dezembro de 1979, na cidade portuária de Nampo, é bem exemplo disso.

Nampo estava a nascer naquela altura e Sung deixou esta teoria turística:

O turismo não deve ser feito sem controlo, com o pretexto de deixar que as pessoas vejam as vistas. Uma vez que ainda não reunificámos o nosso país, não podemos deixar os estrangeiros à solta no nosso país.” (…)

Quando Nampo se transformar numa cidade portuária moderna e internacional, muitas pessoas de países capitalistas vão poder visitá-la. Por isso, os cidadãos devem ser bem treinados. A educação dos cidadãos deve ser intensificada para preveni-los da contaminação de ideias capitalistas.”

Tive o privilégio de visitar Nampo e posso assegurar, Sr. Kim Il-Sung, que os seus ensinamentos têm sido seguidos à risca.

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: