Anúncios
Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for Novembro, 2007

Os ministros da defesa, sul-coreano e norte-coreano, começam hoje um encontro de três dias em Pyongyang, para discutir garantias de segurança, na viagem de comboio a ser feita diariamente entre Munsan (Sul) e Bongdong (Norte).

Esta ligação ferroviária ficou decidida no início deste mês, tendo como objectivo abastecer o complexo industrial de Kaesong (na Coreia do Norte).

Parece ser o renascer da cooperação económica na península coreana.

Anúncios

Read Full Post »

É possível fugir da Coreia do Norte em primeira ou em segunda classe. A correspondente do Washington Post na Ásia, Blaine Harden, conta que em Seul o negócio da dissidência norte-coreana vai de vento-em-popa. Quem quiser escapar até Seul, passando pela China e pela Tailândia basta pagar menos de 2 mil dólares (cerca de 1300 euros). Mas terá de passar por tormentas: atravessar rios, caminhos tortuosos a pé e ainda algumas semanas numa cadeia tailandesa para imigrantes. Já uma fuga de primeira classe, completa, com direito a passaporte chinês falso e um bilhete de avião de Beijing para Seul, pode ir até aos 10 mil dólares (cerca de 6800 euros). Isto em apenas 3 semanas.

O dinheiro importa, mais do que nunca. O túnel subterrâneo que liga o Norte ao Sul vive num frenesim, porque os guardas e a população têm fome e os sistema estatal de distribuição alimentar está muito perto do colapso.

Enquanto isso, a Coreia do Norte está a restabelecer o contacto ferroviário com o Sul e a companhia aérea “Air China” tem agora autorização para voar, três vezes por semana, para Pyongyang.

Negócios de fuga, negócios de chegada, negócios…

Read Full Post »

Este blogue nasceu há um ano. Faz hoje, precisamente. Já foi visto quase 10 mil vezes. Parece reduzido para um ano, quando comparado com outros blogues que, só num dia, têm o mesmo número de cliques. Mas não. Fico muito satisfeita pelo facto da Coreia do Norte ter interessado por 10 mil vezes à rede da Internet. Nem sempre é fácil arranjar tempo para alimentar um espaço como este, que exige permanente actualização. Por dia, um jornalista de rádio pode ter vários temas/notícias para tratar… De qualquer forma, mantém-se o objectivo: ter Coreia do Norte em português, no imenso mundo da web. E histórias de uma jornalista portuguesa que lá esteve e ainda tem tanto para contar.

Obrigada às 10 mil visitas! Apareçam mais!

Read Full Post »

O programa nuclear norte-coreano começou a ser desactivado. É oficial, os Estados unidos confirmam e supervisionam o processo.

O plutónio faz agora o processo de empobrecimento e, em troca, a Coreia do Norte vai receber combustível no valor de centenas de milhões de dólares.

Depois do anúncio do primeiro teste nuclear, em Outubro do ano passado, a Coreia do Norte passa agora no teste das promessas.

O processo é para acompanhar.

Read Full Post »

galinha1.jpg

Já este mês, a Coreia do Norte vai ter o primeiro tele-fried chicken. Não é do Kentucky – porque ainda é um exagero importar “ideias imperialistas” – mas é um negócio que vem do vizinho.

Choi Won-ho é dono de um franchising na Coreia do Sul e contou à Reuters que vai contratar cerca de 30 norte-coreanos, para receberem pedidos telefónicos, fritarem as galinhas e fazerem entregas de scooters, em Pyongyang. Quem quiser, também pode comer in loco. Este tele-restaurante vai ficar junto ao Arco do Triunfo (mesmo à entrada da cidade, para quem vem do aeroporto de Sunan) e tem cerca de 50 mesas de refeição. O projecto já anda a ser desenvolvido há dois anos.

Isto de instalar algo de tão inovador na Coreia do Norte tem muito que se lhe diga. As dúvidas do investimento prendem-se com o contexto em que ele se insere. É que as pessoas mal têm para comer o que vem do Estado, quanto mais para irem comer fora.

Read Full Post »

%d bloggers like this: