Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for 13 de Março, 2007

Jin Keol Park

É um jovem sul-coreano que, para além de estudar, também trabalha como tradutor no Daily NK, o jornal de uma rede para os direitos humanos na Coreia do Norte, com sede em Seul.

A conversa com Jin Keol Park foi mais longa, mas deixo apenas um excerto que mostra como, afinal, o sentimento dos jovens coreanos (do Sul e do Norte), em relação aos Estados Unidos, não é assim tão diferente. Mesmo com um paralelo 38.

Jin Keol Park tem a mesma idade de Miss Kim: 21 anos. Neste dia, vestia calças de ganga.

Como é a juventude sul-coreana?

Os jovens sul-coreanos vivem como os jovens europeus ou norte-americanos. Gostamos de ouvir música, ir às compras, adoramos telemóveis, fazemos muitas coisas com os telemóveis como ver televisão ou ouvir música. Gostamos de beber uns copos, ir até discotecas dançar…tudo aquilo que um jovem europeu ou americano faz.

Nas ruas de Seul é visível a presença norte-americana. Pelos militares, pela alimentação, pelos carros…Como é que os jovens de hoje convivem com esta realidade?

Sim, a influência americana é grande quer pela música ou o vestuário. Mas muitos jovens sul-coreanos odeiam os Estados Unidos, pelas suas políticas de esbanjamento de dinheiro em todo o mundo. Algumas tropas norte-americanas estão estacionadas aqui, por isso podemos dizer que influenciam algumas decisões a nível militar. Muitos jovens sul-coreanos não gostam disso, não gostam da intromissão estrangeira na nossa política ou defesa internas.

Também partilhas desse sentimento?

Eu não os odeio, porque vivi lá 6 anos. Gosto de pensar isto de uma forma racional: se a Coreia do Sul precisa da ajuda norte-americana, então devemos aceitá-la. O meu ponto de vista é diferente, mas muitos amigos meus não pensam assim. Diria que 60 por cento odeia e o resto pensa como eu, mas não tenho qualquer estatística.

[Foto de Rita Colaço, de 24/08/06, em Seul]

jin-keol-park.jpg

Read Full Post »

%d bloggers like this: